HOME / DICAS E NOTÍCIAS

DICAS E NOTÍCIAS

Governo estima que 160 mil pessoas no país não sabem que têm HIV

01/02/2017

O Brasil tem 160 mil pessoas com HIV que desconhecem a própria condição, segundo estimativas divulgadas nesta sexta-feira, Dia Mundial de Combate à Aids. Além desse contingente, há 129 mil que sabem que têm o vírus mas não se tratam. Eles representam 20% dos 670 mil diagnosticados no país. No total, o Ministério da Saúde projeta em 830 mil o número de pessoas com HIV no Brasil.

São cerca de 541 mil pessoas em tratamento no país, segundo o governo. Os dados apontam que o tempo de início do tratamento após o diagnóstico caiu de 101 dias, em 2011, para 41 dias em 2016. Nesse período, o protocolo mudou para garantir antirretrovirais a todos os infectados, e não apenas aos que atingiam determinado nível de carga viral, como era antes.

Entre 2016 e 2017, o número de testes rápidos distribuídos aumentou 49%, de 7,3 milhões para 10,9 milhões kits, segundo o Ministério da Saúde. A pasta atribui todos esses fatores ao fato de, hoje, ter 91% das pessoas em tratamento com carga viral indetectável, o que faz o vírus não ser transmitido.

Essa é uma das três metas da Unaids, conhecidas como 90/90/90. A única que o Brasil cumpriu é a de ter no mínimo 90% das pessoas em tratamento com supressão viral. No caso do objetivo de chegar a 90% das pessoas com HIV diagnosticadas, o país está com 84%. O outro compromisso é tratar 90% dos diagnosticados. Nesse ponto, os dados nacionais mostram uma taxa que variam de 72% a 80%.

Nesta sexta-feira, o governo lança uma campanha de prevenção à Aids, com foco nos jovens, que registraram o maior aumento da doença nos últimos anos. Com o slogan "Vamos combinar? Prevenir é viver", as peças na tevê aberta e fechada contarão com clipe do grupo Dream Team do Passinho, que vai combinar a população a fazer o próprio passinho da prevenção.

Apesar de a infecção ter aumentado significativamente entre homens que fazem sexo com homens, esse público, assim como a população trans, será trabalhado com ações específicas nas redes sociais, segundo o Ministério da Saúde. Outros grupos que serão alvo de campanhas na internet são as gestantes, os profissionais de saúde e os gestores da área da saúde.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/governo-estima-que-160-mil-pessoas-no-pais-nao-sabem-que-tem-hiv-22137806#ixzz502WSaBJz 
stest 

Veja também:

Projeto "Semeando Bem Estar"no espaço Conviver

Biolab - 25 anos de História.

Elimine a dor ao fazer exames com agulha.

Biolab investe em capacitação profissional

Câncer de Colo de Útero

Veja mais